Urgência e Emergência no APH - Teórico/Prático

Carga Horária: 10hs

Público Alvo:Público Alvo
Enfermeiro e estudante de enfermagem nível superior 

Sobre o curso
O curso de APH fornece aos seus participantes uma visão geral da necessidade de implantação e solidificação dos conceitos do tratamento imediato do doente traumatizado em ambiente pré-hospitalar, trazendo a tona conceitos básicos e fundamentais dos princípios de atendimento ao trauma como:

Avaliação fisiológica rápida e precisa da condição do doente
Reanimação e estabilização da vítima de acordo com as prioridades da análise primária
Preparo e/ou solicitação de transferência quando as necessidades do doente ultrapassarem os recursos imediatamente disponíveis
Princípios e técnicas utilizadas em pré-hospitalar.
 

Objetivo
Ao final desse curso, o aluno deverá ser capaz de:
Identificar os princípios fundamentais de atendimento inicial ao doente traumatizado em ambiente pré-hospitalar
Identificar a sequência correta das prioridades de atendimento do traumatizado
Aplicar técnicas básicas de atendimento pré-hospitalar no trauma multissistêmico
Identificar como os mecanismos de trauma e o histórico AMPLA contribuem para a identificações de lesões prioritárias na avaliação inicial do doente traumatizado
Identificar e desenvolver os conceitos de trabalho em equipe no atendimento ao doente traumatizado em ambiente pré-hospitalar

Plano de Estudos do Curso

Objetivo Geral

No Brasil, o trauma físico é a 3ª maior causa de morte, somente perdendo para doenças cardíacas e para o câncer e apresenta-se como a 1ª causa de morte na faixa etária de 5 a 40 anos. Mais de 100.000 brasileiros morrem por ano em consequência de algum tipo de traumatismo e, para cada morte estima-se que 3 indivíduos permaneçam definitivamente com sequelas. Estes números são impressionantes, basta lembrar que durante os 8 anos da Guerra do Vietnã faleceram cerca de 50.000 soldados americanos.

Inúmeras lesões são evitáveis e a prevenção é o parâmetro mais importante para a sua diminuição, no trauma fechado, os acidentes automobilísticos (incluindo atropelamentos) constituem a causa mais comum. As quedas, os acidentes de trabalho, afogamentos, queimaduras, soterramentos também fazem parte deste grupo. O Brasil possui 30 milhões de veículos e a cada minuto ocorre 1 acidente de transito, sendo esse o 2º maior problema de saúde pública do país, só perdendo para a desnutrição. A maior parte das vítimas tem menos de 45 anos e 60% dos sobreviventes ficam com lesões permanentes, trazendo com isto prejuízos sociais incalculáveis.  A prevenção é a forma mais barata e eficaz para reduzir os danos. No trauma penetrante, os ferimentos por arma branca (faca), arma de fogo e queda sobre objeto pontiagudo são as causas mais comuns. A Equipe de APH deve estar preparada para avaliar adequadamente a vítima de trauma, tomando as iniciativas cabíveis para estabilizá-lo através de medidas confiáveis, seguras e rápidas, através de uma abordagem sistematizada, tendo em vista que a primeira hora após o trauma é a hora de ouro desse atendimento, quando todos os esforços devem ser concentrados para que o paciente alcance os cuidados definitivos dentro desse período, porque o tempo é essencial.

O curso de capacitação para o A.P.H tem na sua essência a abordagem sistematizada e compacta dos cuidados iniciais às vítimas, particularmente diante de situações complexas, como intercorrências clínicas e traumáticas.

Turmas Disponíveis

    Nenhuma turma disponível no momento.

Gostaria de mais informações?

Informe seus dados que entraremos em contato.

© 2020 Nobre Educação.